​​



 

O Karate Shotokan é uma das formas mais populares e tradicionais de Karate, originada no Japão. Sua história está intimamente ligada à vida e aos ensinamentos de Gichin Funakoshi, um dos principais responsáveis por popularizar o Karate no Japão e no mundo. Aqui está uma visão detalhada da origem do Karate Shotokan:

 

Origens do Karate

 

Raízes em Okinawa:

 

Séculos XV-XVI: O Karate começou a se desenvolver em Okinawa, uma ilha ao sul do Japão, como uma forma de autodefesa. A prática inicial foi influenciada pelas artes marciais chinesas, especialmente o Kenpo, e pelas técnicas de luta locais chamadas "te" ou "tode".

 

Proibição de Armas: Durante a dinastia Ryukyu e mais tarde sob a ocupação japonesa, o uso de armas foi proibido, levando os habitantes de Okinawa a desenvolver e refinar técnicas de combate desarmado, que evoluíram para o que conhecemos hoje como Karate.

Gichin Funakoshi e o Desenvolvimento do Shotokan

Vida e Formação de Funakoshi

 

1868: Gichin Funakoshi nasceu em Okinawa. Desde cedo, ele foi introduzido às artes marciais por mestres locais como Anko Asato e Anko Itosu.

 

Estudos e Prática: Funakoshi dedicou sua vida ao estudo e prática do Karate, combinando diferentes estilos e técnicas que aprendeu de seus mestres.

 

Introdução do Karate no Japão

 

1917: Funakoshi realizou a primeira demonstração pública de Karate no Japão, em Kyoto, ganhando a atenção e o interesse do público japonês.

 

1922: Ele foi convidado pelo Ministério da Educação do Japão para realizar uma demonstração em Tóquio, após a qual decidiu permanecer no Japão para ensinar Karate.

 

Estabelecimento do Dojo Shotokan

 

1936: Funakoshi abriu o primeiro dojo oficial de Karate, chamado "Shotokan" (que significa "Casa de Shoto", onde "Shoto" era o pseudônimo de Funakoshi, referindo-se ao "sussurro dos pinheiros", que ele usava para assinar seus poemas).

 

Fundamentos do Shotokan: Funakoshi estabeleceu os princípios fundamentais do Karate Shotokan, enfatizando a importância da forma correta, postura, técnica e o desenvolvimento de caráter através do treinamento.

Filosofia e Princípios do Shotokan

 

Os 20 Preceitos de Funakoshi: Funakoshi formulou 20 preceitos que servem como base filosófica do Karate Shotokan, destacando a importância da disciplina, respeito, humildade e perseverança.

 

Kihon, Kata e Kumite: O treinamento no Shotokan é estruturado em torno de três pilares principais: Kihon (fundamentos), Kata (formas ou padrões de movimentos) e Kumite (luta).

Expansão e Influência

 

1948: Foi fundada a Japan Karate Association (JKA), com Funakoshi como instrutor-chefe, formalizando o ensino e a promoção do Karate Shotokan.

 

Globalização: Através de seus alunos e da JKA, o Karate Shotokan se espalhou pelo mundo, tornando-se uma das formas mais praticadas de Karate.

Legado de Gichin Funakoshi

 

1957: Funakoshi faleceu, mas seu legado continua vivo através de seus ensinamentos, livros e a influência global do Karate Shotokan.

 

Continuação: A prática e os princípios do Shotokan são mantidos e difundidos por diversas organizações e instrutores em todo o mundo.

Conclusão

 

O Karate Shotokan tem suas raízes profundamente plantadas na tradição e na filosofia de Gichin Funakoshi. Desde suas origens em Okinawa até sua disseminação global, o Shotokan continua a ser uma forma influente e respeitada de Karate, valorizada tanto por sua eficácia como arte marcial quanto por seus ensinamentos éticos e espirituais.

IMG_1898.PNG

Gichin Funakoshi

IMG_1899.JPG

O Tigre da Shotokan - Tora no Maki